Publicações
Boletim Municipal nº34/2018
Notícias

Cartaz atrativo leva milhares de pessoas à vila de Celorico de Basto

29-07-2019

Festas do Concelho decorreram de 25 a 28 de julho

Como era de esperar, milhares de pessoas passaram por Celorico de Basto para assistir às diferentes atividades promovidas durante as festas do Concelho. O Cortejo etnográfico voltou a ser um dos pontos de referência destas festividades com cerca de 60 carros alegóricos alusivos aos usos e costumes de cada freguesia, complementados com grupos musicais e grupos de bombos.

João Pedro Pais e Jorge Ferreira encheram os recintos e proporcionaram noites muito agradáveis a todos os presentes.

“Estas são as festas da identidade, da tradição, dos usos e costumes, da música popular e tradicional portuguesa, da alegria e do convívio. São também as festas que acolhem os nossos emigrantes que regressam à terra, por estes dias, para matar saudades, para viver de perto as suas tradições” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. O autarca voltou a destacar o cortejo etnográfico como referência destas festividades, a “melhor forma de dar a conhecer as nossas raízes, o que nos identifica e caracteriza, a nossa cultura, a ruralidade inerente a este concelho e que precisa, cada vez mais, de ser valorizada, num esforço coletivo que é de todos e que a todos diz respeito”. Joaquim Mota e Silva mostrou-se agradado pela excelente adesão da população, visitantes e turistas às festividades corroborando a ideia de que a tradição ainda é um ponto de atração para as populações. O edil celoricense aferiu ainda a importância das mesmas na economia local, “são festividades que mexem com a economia local, são milhares a fazer as refeições no concelho, os alojamentos estão lotados, o comércio vive dias mais intensos nas vendas num dinamismo que é favorável para todos”.

As Festas do Concelho em honra de S. Tiago levaram a Celorico de Basto dois reconhecidos intérpretes da Música Portuguesa, Jorge Ferreira e João Pedro Pais que animaram as noites de sexta e sábado respetivamente, com milhares de pessoas no recinto. O VII encontro de Cavaquinhos decorreu no sábado, inserido nas festividades. Também no sábado, teve lugar o “Santiago Toda a Noite” protagonizado por Dj´s locais, num espaço adaptado para o efeito, na Quinta do Prado, que, pela noite dentro, proporcionaram uma noite agradável às centenas de pessoas presentes. Uma iniciativa que iniciou imediatamente a seguir à grandiosa sessão de fogo-de-artifício.

No domingo, como habitualmente, os despiques de bombos e as arruadas voltaram a percorrer as ruas da vila e a demonstrar a força deste concelho nesta tradição popular, com cada vez mais grupos de bombos pelas freguesias, refira-se os bombos de Sta. Eufémia, os Tugas de Carvalho, os Zés Pereiras de Carvalho, os Viva Moreira, os Zés Pereiras de S. Romão do Corgo, os Castelos em Movimento, os Caetanos de Gagos, os Amigos da União de Basto, e os Arnoia em Movimento.

O Cortejo Etnográfico contou com a participação de cerca de 60 carros alegóricos apresentados pelas juntas de freguesia do concelho. A Banda de Música de Santa Tecla fez as honras na abertura do cortejo seguindo-se os carros alegóricos e grupos a pé que desfilaram por ordem de chegada. Vários temas foram apresentados como o ciclo do pão, os recursos naturais como a água, em fontanários e rios, e a floresta com exigências à sua proteção, os santos das freguesias como o S. Tiago de Gagos, a Estação de Veade, o Núcleo Museológico dos Moinhos de Argontim, encenações com a apresentação da Feira medieval, a serragem da Velha, a vila Nova de Freixieiro, o ciclo do mel, a confeção de rosquilhos, as tradicionais tascas, a encenação alusiva ao fabrico de foguetes e bombos transportados em carros de bois. Tudo isto e muito mais acompanhado por vários grupos de cantadores e cantadeiras informais, grupos de cavaquinhos, grupos de bombos, romeiros e outros, um cortejo etnográfico muito participado e que terminou com a tradicional merenda no Mercado Municipal.

As festividades encerraram com o Festival de Folclore que, como habitualmente, reuniu os ranchos do concelho nomeadamente o Rancho Folclórico do Centro Cultural e Desportivo dos Amigos do Castelo, o Grupo de Danças e Cantares do Divino Salvador de Ribas, o Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego, o Centro Cultural e Folclórico da Gandarela e o Rancho Folclórico Recreativo e Cultural de Sta. Maria de Canedo.

 

Município de Celorico de Basto 2019 - Todos os direitos reservados

Esta página é cofinanciada por...

Desenvolvido por