Publicações
Boletim Municipal nº37
Notícias

Celorico a Mexer retoma gradualmente as atividades

21-05-2021

Idosos agradecem retoma após isolamento forçado devido ao covid – 19, dizem tratar-se de uma “lufada de ar fresco” após o isolamento imposto pela pandemia

Em visita a duas atividades do programa Celorico a Mexer no dia de ontem, 20 de maio, verificamos a importância do mesmo no combate ao isolamento e à solidão que muitos idosos do concelho sofrem, situações que aumentaram consideravelmente durante o auge da pandemia.

Neste momento, e numa fase de aparente recuperação face à covid-19, o Município de Celorico de Basto, sem descurar as medidas impostas pela DGS para salvaguarda de todos os utilizadores do programa, decidiu retomar as atividades, o que muito alegrou os seus utilizadores.

Durante a manhã estivemos em Pereira, à conversa com as utilizadoras do programa, oriundas de Pereira, Nespereira, Soutelo e Gandarela.

Presente nesta atividade esteve também o Vereador da cultura da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, que se mostrou muito agradado com afluência de participantes e com a alegria que todos demonstravam pelo recomeço das atividades. “É muito agradável ver a felicidade destas pessoas, que se sentem acarinhadas, cuidadas, depois de passarem por situações que nunca pensamos poderiam acontecer. É facto que, ainda estamos num retomar gradual das atividades, que ainda não temos a certeza se o final da pandemia está, finalmente, próximo, e por isso, temos que manter todas as normas de salvaguarda dos utilizadores, e desenvolver atividades de menor contacto. Tudo está pensado ao pormenor pelos técnicos e responsáveis da ação social do Município e por isso, tudo correrá pelo melhor, pelo bem desta comunidade”.

Neste momento, o programa Celorico a Mexer está com cada grupo uma vez por semana. Uma semana de manhã e na semana seguinte, no mesmo dia, de tarde. De manhã promovem 45 minutos de ginástica e 45 minutos de música, de tarde desenvolvem atividades ao ar livre.

Os transportes são efetuados de forma faseada e as condições de segurança salvaguardas no interior e no exterior.

Maria Henriques, de 75 anos, do lugar de Pereira, disse-nos, durante uma aula de ginástica, que as saudades eram imensas. “Já tinha muitas saudades disto, vivo sozinha, não tenho ninguém, e participar nestas atividades é aliviar a cabeça, distrair-me, dançar, conviver. Ao mesmo tempo, e como vivo longe dos centros de fisioterapia, aproveito as aulas de ginástica que fazemos aqui no Celorico a Mexer, ajudam-me muito nos meus movimentos”.

Importa salientar que a maioria dos utilizadores do programa já está imunizada com a toma da 2ª dose da vacina contra a covid-19.

Maria de Fátima Teixeira da Costa, de 71 anos, de Gandarela, disse-nos que estava muito satisfeita com o início das atividades. “Fiquei muito só durante o covid –19, saía muito esporadicamente, precisava de conviver. Agora até me sinto mais feliz, mais animada, só falta retomar os jogos de cartas, é o que gosto mais de fazer mas ainda não é possível”. Opinião unanime deste grupo de utilizadoras do programa.

Durante a tarde estivemos com o grupo de Arnoia, num passeio pela Ecopista desde a Estação de Veade até à Ponte de Matamá. Um passeio curto mas importante para “mexer as pernas e recuperar alguma agilidade que vamos perdendo com os anos. O Celorico a Mexer faz-nos muita falta, promove o convívio, já tinha tantas saudades de ver estas pessoas” disse Albertina Cabral, de 52 anos. A mesma opinião foi dada por Maria Lúcia de 72 anos, que tinha saudades “da música, da piscina” que ainda não foi retomada, “do convívio, sobretudo do convívio”. Note-se que algumas destas pessoas viveram momentos particularmente difíceis durante estes tempos da pandemia como foi o caso de Conceição Vieira de 82, que olha agora, para este programa como um refúgio, um escape para ultrapassar a dor, um momento onde encontra algum conforto e alegria.

O programa Celorico a Mexer após a retoma conta com praticamente o mesmo número de utilizadores que usufruíam do programa antes da pandemia. A participação é gratuita e o transporte assegurado.

 

Município de Celorico de Basto 2021 - Todos os direitos reservados

Esta página é cofinanciada por...

Desenvolvido por