Publicações
Boletim Municipal nº34/2018
Notícias

Em Celorico de Basto decorreu uma Palestra Cardiovascular

25-05-2018

A Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto promoveu uma palestra cardiovascular para sensibilizar a população para os problemas cardiovasculares. A ação decorreu ontem, 24 de maio, no auditório do Prado.

A falar sobre a “insuficiência cardíaca” tema da Fundação Portuguesa de Cardiologia para as comemorações de “maio mês do coração” e outras problemáticas cardiovasculares esteve Maria da Paz Trigueiros, investigadora em cardiologia preventiva, médica de clínica geral e familiar e membro da direção da FPC Norte.

“Este género de palestras é muito importante porque é preciso sensibilizar, é preciso que as pessoas entendam que são, muitas vezes, responsáveis pelos problemas de saúde adquiridos, por comportamentos negligentes e pouco saudáveis, a heart run é uma atividade desportiva que vai na 5ª edição e procura consciencializar para a importância do desporto na mitigação dos problemas cardiovasculares, por isso estão todos convidados a participarem nesta iniciativa” disse Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços Sociais e de Saúde do Município.

Esta ação insere-se nas comemorações de “maio, mês do coração” um mês dedicado à sensibilização e à consciencialização para problemas cardiovasculares.

“Este mês é, há cerca de 7 anos a esta parte, um mês dedicado à sensibilização, à prevenção, à consciencialização. Um mês em que a UMS promove rastreios ao colesterol e aos triglicerídeos, que informa as pessoas e as incita a comportamentos saudáveis. Esta ação de hoje vai neste sentido, sendo uma das iniciativas mais importantes nesta parceria entre a ARS Norte e a Câmara Municipal,” disse José Luís Freitas, coordenador da UCC Mãos Amigas.

Durante a sessão, Maria da Paz Trigueiros disse que “não há nada que substitua o coração, sendo as doenças cardiovasculares responsáveis por um maior número de mortes em Portugal. É preciso que as populações se mantenham ativas sem alterações bruscas do estilo de vida e evitem fatores de risco sobretudo os modificáveis como o sedentarismo, o excesso de álcool, a obesidade, a dislipidemia e o tabagismo. De facto, as boas práticas como a prática de exercício físico e a alimentação saudável são muito importantes para a prevenção. E, apesar de existirem fatores de risco não modificáveis como a idade, o género e a história familiar, que aumentam a tendência para problemas cardiovasculares também existem muitos recursos para um diagnóstico eficaz como a exames médicos e recurso à imagiologia, e para tratamentos seguros com uma medicina preventiva capaz de evitar situações mais problemáticas. Mas é preciso que as pessoas colaborem e adquiram comportamentos saudáveis” disse.

De facto, a UMS tem um papel muito ativo na prevenção e procura sensibilizar e incentivar a exames de diagnóstico quando os resultados dos rastreios suscitam dúvidas. “Durante este mês fazemos a avaliação de parâmetros como o colesterol e aos triglicerídeos e estamos particularmente atentas a fatores de risco para podermos ajudar, da melhor forma, os utentes que se dirigem à UMS” disse Joana Teixeira e Daniela Silva, técnicas da UMS.

A próxima ação de sensibilização será a Heart Run, que está marcada para amanhã e tem por objetivo consciencializar para a prática de exercício físico.

Estas ações são promovidas pela UMS numa parceria entre a Câmara Municipal de Celorico de Basto e UCC Mãos Amigas.

Município de Celorico de Basto 2019 - Todos os direitos reservados

Esta página é cofinanciada por...

Desenvolvido por