Publicações
Boletim Municipal nº35
Notícias

Professores do Agrupamento de escolas de Celorico de Basto recebem lições de história do concelho antes do arranque do Ano letivo

05-09-2019

300 anos das comemorações da passagem da Villa de Basto para a Vila Nova de Freixieiro e os 500 anos do Foral foram o mote para este aprofundar de conhecimento.

Os docentes que irão lecionar no ano letivo 2019/2020 no Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto foram recebidos hoje, 05 de setembro, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, pela Diretora do Agrupamento de Escolas, Eduarda Alves, depois de ouvirem o hino do Agrupamento, numa sessão de boas vindas que contou com apresentação do plano de atividades proposto para este ano letivo, com ações, objetivos e projetos, e uma apresentação da história do concelho pelo professor de história, Pedro Gonçalves.

Segundo a Diretora do Agrupamento, “o objetivo é envolver os docentes nas comemorações destas datas históricas para o concelho, com um aprofundar de conhecimentos que permitirão que participem de forma ativa, juntamente com os alunos, com atividades múltiplas e alusivas às referidas comemorações promovidas pelo Município de Celorico de Basto. A escola não vive mais na esfera privada é um assunto público e é nosso objetivo trazer os demais setores da comunidade para dentro de Agrupamento, promovendo o sentido da responsabilidade e do cuidado de um bem que é de todos.

Um envolvimento na história que o Agrupamento adotou no logotipo “que assenta no Castelo de Arnoia, cabeça de terra, símbolo paradigmático do poder, do conhecimento, da defesa e da liberdade, a liberdade de aprender e a liberdade de ensinar demonstrando assim, o orgulho que temos na nossa história” em consonância com o lema e missão “Com Celorico, Educar e Inovar” “insígnia que procura chegar a várias vertentes e que reforça a missão educativa da escola pública que somos, cabendo-nos a honrosa missão de preparar o futuro das nossas crianças e jovens, num paradigma de inclusão onde todos podem aprender”. Efetivamente, “crescemos como escola adepta à mudança, cimentada numa matriz holística na educação para um futuro cheio de possibilidades e oportunidades.

Eduarda Alves reconhece que ser diretora de uma unidade orgânica com a dimensão e o contexto deste Agrupamento de Escolas “exige um conhecimento das múltiplas realidades que o compõem e das especificidades de cada um dos 18 atuais estabelecimentos de ensino, uma missão que conta com a coadjuvação dos coordenadores de Escola, que têm exercido as suas funções com rigor, disponibilidade e lealdade, garantindo um serviço de qualidade em cada estabelecimentos de ensino. Conta também, este ano letivo, “com as recém instituídas coordenações de ciclo na coordenação de equipas pedagógicas e mantém a articulação e gestão curricular supervisionada pelos Coordenadores de Departamento eleitos no início deste mandato pelos respetivos pares, sem esquecer o trabalho desenvolvido pela equipa da Biblioteca Escolar. De facto, a escola pública com todos os seus constrangimentos, com todas as suas dificuldades, figura-se hoje como campo de aprendizagem abrangente, não desenhando apenas como lugar de pedagogia, mas como um espaço privilegiado onde se aprende a viver e a conviver com os outros, numa lógica democrática, na procura de formar cidadãos plenos, conscientes dos seus direitos e deveres”. Nesse sentido, deixai-me dar-vos uma palavra de agradecimento por todo o empenho que colocam na vossa missão diária em prol da educação dos “nossos” alunos, uma tarefa nem sempre fácil, nem sempre valorizada.

A Diretora do Agrupamento de Escolas foi cabal no seu discurso priorizando o empenho de todos para o sucesso continuo deste agrupamento.

Relativamente à comunicação histórica de Pedro Gonçalves priorizaram-se alguns dos momentos relativos à História de Celorico de Basto, contribuindo, desta forma, para a construção do conhecimento da História Local.

 

Município de Celorico de Basto 2019 - Todos os direitos reservados

Esta página é cofinanciada por...

Desenvolvido por