Publicações
Revista Municipal nº 33

Turismo

Rota do Românico

Rota do Românico Celorico de Basto

 

Castelo de Arnoia

Castelo românico, situado outrora na terra de Basto, enquadra-se no movimento de encastelamento que entre os séculos X e XII marcou o território europeu. Na sua estrutura, posicionada no alto de um cabeço montanhoso, destacam-se quatro elementos defensivos: a torre de menagem o torreão quadrangular, uma única porta e a cisterna.

 

Foram identificados testemunhos arqueológicos relativos à ocupação da fortaleza entre os séculos XIV e XVI. Esta é já a época de decadência da estrutura que, em tempo de paz, era um mero símbolo de organização administrativa e do poder senhorial que tutelava o território.

 

O abandono deu-se definitivamente a partir de 1717, quando as elites deixaram o pequeno lugar da vila de Basto, mudando a sede do concelho para a freguesia de Britelo, onde hoje se localiza Celorico de Basto.

 

A memória da pequena vila de Basto ainda persiste ao longo do ramal que lhe deu origem e que ligava a velha estrada da Lixa à importante via Amarante-Arco de Baúlhe, hoje identificada como aldeia do Castelo. O pelourinho, a casa das audiências e a botica lembram a movimentada rua ao longo da qual se desenvolveu a povoação.

 

Coordenadas Geográficas: 41° 21' 48.73" N / 8° 3' 7.19" O 

Localização: Lugar do Castelo, freguesia de Arnoia, concelho de Celorico de Basto, distrito de Braga.

Website: www.rotadoromanico.com

E-mail: lojaturismo@cm-celoricobasto.pt

Contacto: +351 255 323 100

 

 

Igreja do Salvador de Ribas

A tradição atribui a fundação de um pequeno mosteiro em Ribas pela mão dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. Teria cabido a D. João Peculiar, arcebispo de Braga, a proteção deste mosteiro, marcado pela presença do padre D. Mendo, cujo corpo providenciaria milagres muito depois do seu falecimento, em 1170, embora tal não tenha sido documentalmente provado.

 

Devemos salientar a homogeneidade da Igreja de Ribas, que deve ter sido construída de uma só vez. A decoração mostra grande coerência na sua preferência pelo motivo de pérolas, que surge tanto no interior como no exterior da Igreja. No interior, à semelhança da maioria das igrejas românicas, prevalece outro espírito, marcado pela contrarreforma e pela renovação litúrgica após o Concílio de Trento.

 

São exemplos a exuberância da talha nos retábulos [altares] e na sanefa que coroa e reveste o arco triunfal, os caixotões do teto e a balaustrada do coro. Do conjunto merece, ainda, destaque as imagens do Santíssimo Salvador, da Virgem do Vale e da Virgem do Rosário.

Na parede fundeira da capela-mor, por detrás do retábulo-mor [altar principal], foi identificada uma importante campanha de pintura mural onde se faz representar o orago da Igreja.

 

Coordenadas Geográficas: 41° 27' 17.26" N / 8° 1' 2.44" O

Localização: Lugar de Cerdeira, freguesia de Ribas, concelho de Celorico de Basto, distrito de Braga.

Website: www.rotadoromanico.com

E-mail: lojaturismo@cm-celoricobasto.pt

Contacto: +351 255 323 100

 

 

Igreja de Santa Maria de Veade

Edificada no século XIII, sucedendo a uma pequena ermida, a atual Igreja de Veade é, no entanto, uma estrutura profundamente alterada no século XVIII. Do românico subsistem os portais laterais, apesar de revolvidos durante as intervenções barrocas, que reorientaram a Igreja (primitivamente a fachada principal encontrava-se voltada a oeste, seguindo a chamada orientação canónica) e lhe acrescentaram uma cabeceira a oeste.

 

Os portais norte e sul estão profundamente ornamentados, mostrando pérolas e motivos vegetalistas, trechos de friso enxaquetado e capitéis onde se representa o tema comum às bacias do Tâmega e Douro, de influência bracarense: a cena de Daniel na cova dos leões.

 

Embora o portal principal mostre as profundas modificações que a Igreja sofreu pela mão do comendador Álvaro Pinto, das nobres famílias de Lamego, é no interior que compreendemos o gosto barroco em todo o seu esplendor. Embora se distingam campanhas anteriores, de cariz maneirista, é a cenografia barroca que toma conta de todo o espaço. Entre o uso da talha dourada, à policromia do granito, até ao rodapé azulejar da capela-mor, a expressão “horror ao vazio”, com que alguns caraterizam este estilo, adquire aqui particular expressão.

 

Coordenadas Geográficas: 41° 24' 52.80" N / 7° 58' 41.73" O

Localização: Lugar da Igreja, freguesia de Veade, concelho de Celorico de Basto, distrito de Braga.

Website: www.rotadoromanico.com

E-mail: lojaturismo@cm-celoricobasto.pt

Contacto: +351 255 323 100

 

 

Igreja do Salvador de Fervença

Igreja de raiz românica, de cujo período e estilo subsiste apenas a capela-mor abobadada. Esta apresenta uma decoração com uma qualidade fora do comum para a região. De facto, pode ser estabelecida uma comparação entre a ornamentação dos capitéis do arco triunfal, compostos por motivos vegetalistas e fitomórficos, com os da Igreja do Mosteiro de Ferreira (Paços de Ferreira).

 

Na capela cruzam-se várias influências, umas provenientes dos edifícios construídos na margem esquerda do rio Minho, com influência do estaleiro da Sé de Tui; outras oriundas do românico do eixo Braga-Rates, que teve maior impacto nas bacias do Tâmega e do Douro. Os testemunhos existentes levam-nos ao segundo quartel do século XIII.

 

No exterior é possível observar ainda os contrafortes que sustentam a abóbada de berço, já quebrada. Nas fachadas laterais, as cornijas são sustentadas por cachorros, de decoração geométrica, e entre os quais destacamos um pipo, o motivo dos rolos ou uma composição feita com volutas.

 

A nave da Igreja resulta de uma reconstrução realizada na década de 1970 e que pode até ter aproveitado parte da primitiva construção românica.

 

Coordenadas Geográficas: 41° 21' 27.73" N / 8° 5' 17.65" O

Localização: Lugar do Assento, freguesia de Fervença, concelho de Celorico de Basto, distrito de Braga.

Website: www.rotadoromanico.com

E-mail: lojaturismo@cm-celoricobasto.pt

Contacto: +351 255 323 100

Município de Celorico de Basto 2017 - Todos os direitos reservados

Esta página é cofinanciada por...

Desenvolvido por