Publicações
Boletim Municipal nº37
Notícias

Município de Celorico de Basto reabilita edifícios de apoio à ecopista

28-05-2021

A intervenção nos edifícios deverá recuperar a memória pública e manter a imagem tradicional das antigas estações de caminho-de-ferro.

Prevê-se também a conclusão da ecopista, na freguesia de Codessoso

As obras já iniciaram e inserem-se na candidatura aprovada no âmbito da Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Projetos Âncora que engloba 4 ações, uma ação visa a conclusão da ecopista, na freguesia de Codessoso, e as outras 3 visam a reabilitação dos edifícios que dão apoio à ecopista, desde a reabilitação dos edifícios da antiga Estação de Codessoso, da Casa do Chefe da Estação no centro de Celorico de Basto e a adaptação da Casa da Taipa, na freguesia de Canedo de Basto. Ao mesmo tempo, foi aprovada a candidatura “Infraestruturas de Apoio à Ecopista (fase 3)” que engloba a reabilitação os edifícios da antiga estação em Veade e o Apeadeiro de Lourido.

Estes projetos surgem na sequência da criação da ecopista do Tâmega, ciclovia construída no canal da desativada linha ferroviária entre Amarante e Cabeceiras de Basto.

“Estes são projetos de continuidade que irão permitir o término da ecopista e dar uma nova imagem aos equipamentos anexos à mesma, reabilitando-os e conferindo-lhes todas as condições para a inclusão de vários serviços de apoio à ecopista, uma infraestrutura marcante no turismo e na economia do concelho”.

Nesse sentido encontram-se em reabilitação a casa abrigo, em Celorico de Basto, os edifícios das estações de Codessoso, e a estação em Veade, de forma a darem apoio aos utentes da ecopista. Estes edifícios ficarão dotados de todas as condições para o repouso e eventuais pausas para o descanso, fazer refeições ligeiras, tomar um duche e trocar de roupa. Além destes edifícios, pretende-se recuperar a casa da Taipa, na freguesia de Canedo de Basto e o apeadeiro de Lourido.

Os edifícios estão a ser recuperados, tendo em conta as suas próprias caraterísticas, mantendo a tradição e imagem das velhas estações, preservando os materiais recuperados, tais como cantarias, pavimentos e azulejos, ou novos materiais idênticos ao existente ou com eles compatíveis.

A candidatura no âmbito da Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Projetos Âncora tem um investimento total de 1.340.422,84 €, com um apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 1.139.350,38€. A candidatura “Infraestruturas de Apoio à Ecopista (fase 3)” custo total de 602.884,00€, com um apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 512.451,40€.

 

Município de Celorico de Basto 2021 - Todos os direitos reservados

Esta página é cofinanciada por...

Desenvolvido por